Exposição sobre diversidade de cotidianos será aberta nesta quarta (1º) no Espaço Cultural

O Espaço Cultural STJ promoverá, no dia 1º de agosto, a abertura da exposição Outros Cotidianos, composta por trabalhos realizados pelos artistas Ildeu Borges e Felipe Salsano. A mostra tem curadoria de Andrea Cabral.

O lançamento será das 18h30 às 21h e contará com apresentação do violonista erudito Rick Beackman, conhecido por tocar no cotidiano das ruas e praças de Brasília e do Egito.

A exposição

Outros Cotidianos é um desdobramento da exposição Cotidianos que esteve em cartaz por quase três meses no Museu Correios (de 26 de novembro de 2017 a 18 de fevereiro de 2018) e exibiu mais de 90 quadros dos dois artistas.

Dessa vez, os artistas plásticos Felipe Salsano e Ildeu Borges reencontram-se para contar histórias por meio da representação de imagens do dia a dia de pessoas de Brasília e de diversas partes do mundo.

Para esta exposição foram produzidos 20 novos quadros. Os artistas tiveram total liberdade para criar dentro do tema. Quando os trabalhos ficaram prontos, percebeu-se que, de forma inconsciente, o ponto de vista de cada um deles transformou-se pelo olhar do outro.

Sobre os artistas

Felipe Salsano e Ildeu Borges são pintores figurativos, naturais de Brasília e trabalham com técnicas clássicas e tradicionais de desenho e pintura.

Felipe nasceu em 1987 e com dezenove anos de idade saiu de Brasília para estudar arte na Itália, formando-se com louvor em uma das mais prestigiosas escolas do mundo: a Accademia di Belle Arti di Firenze.

Atualmente é professor de pintura e cursa a Florence Academy of Russian Art, também em Florença – Itália. Realizou exposições individuais e coletivas em Brasília, na Itália e nos Estados Unidos.

Filho único de mãe psicóloga, com deficiência visual, o trabalho de Felipe é inspirado na maneira como descrevia o mundo para ela. O artista viajou por diversos países e pinta quadros com a intenção de traduzir para si e para o público a essência das almas das pessoas e das paisagens com as quais ele interage. As expressões faciais, roupas, objetos e ambientes mostram o caráter e a história de cada ser humano por ele retratado.

Ildeu Borges nasceu em 1971, é engenheiro, executivo e autodidata no campo das artes. Realizou diversas exposições em Brasília, tendo recebido menção honrosa em algumas.

Inspira-se, principalmente, em paisagens e personagens da cidade natal, Brasília. Em suas pinturas há um excelente equilíbrio entre arquitetura e pessoas. Alguns quadros são dinâmicos, mostrando os personagens em contínuo movimento, imersos em seus afazeres. Geralmente os rostos são pintados de forma anônima.

Arte é integração

Como parte da exposição, está prevista a realização de um encontro entre deficientes visuais e o artista Felipe Salsano, no dia 3 de agosto, ocasião em que ele fará a descrição das obras.

A visitação estará aberta ao público até o dia 22 de agosto de 2018, no mezanino do Edifício dos Plenários na sede do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Mais informações com a Coordenadoria de Memória e Cultura (CULT/SED), pelo telefone (61) 3319-8594.
Fonte: STJ