14ª Corrida do Judiciário reúne 400 participantes

Um dia de confraternização e atividade física. Na manhã deste sábado (21), foi realizada a 14ª Corrida do Judiciário, evento que se combina com o 17º Encontro de Corredores do STJ. A partida foi dada pelo secretário-geral da presidência do Superior Tribunal de Justiça, Marcos Aurélio Brayner, que destacou o significado do evento: “É uma iniciativa importante da Secretaria de Serviços Integrados de Saúde (SIS) do STJ, que estimula o esporte e a integração de servidores do Judiciário.”
O secretário afirmou que o esporte contribui para a saúde e a qualidade de vida. “Isso prestigia o servidor e melhora até a qualidade do trabalho”, acrescentou. Segundo Brayner, a participação de servidores de outros órgãos públicos também melhora as relações institucionais e aumenta a integração do Poder Judiciário. “O resultado é tão positivo que a corrida não para de crescer”, disse ele.
Novidades
Sartre Gonçalves Santos, servidor da SIS e um dos organizadores da corrida, informou que neste ano houve 400 inscrições: “Inicialmente, oferecemos 350 vagas, mas a procura foi tanta que subimos para 400.” No total, foram 183 inscritos do STJ, e o restante de outros órgãos públicos.
Neste ano foi acrescentado o percurso de 15 quilômetros, uma demanda antiga dos participantes. “Outra iniciativa foi que nós personalizamos as camisetas e medalhas para acompanhar a campanha Outubro Rosa, um modo de colaborar na conscientização das mulheres”, afirmou Sartre, referindo-se à campanha de prevenção do câncer de mama.
O evento teve apoio da Polícia Militar e da Defesa Civil do Distrito Federal, da Associação de Servidores do STJ e de outras associações de servidores e ainda da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (Labre).
Novato aos 51
Astrogildo Silva, servidor da área de recursos humanos da Advocacia-Geral da União (AGU), com 51 anos, foi um dos novatos nesta edição da corrida. Ele participou pela primeira vez e correu o percurso de cinco quilômetros. “Era fumante e sedentário, mas comecei a correr há cerca de quatro anos. Perdi dez quilos e parei de fumar”, contou.
Para ele, a inciativa do STJ de convidar pessoas de vários órgãos e estimular os esportes é muito positiva. “Conhecemos pessoas novas e somos estimulados a nos exercitar”, comentou.
Outra novata foi Jean Carla Rodrigues, servidora do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que participou pela primeira vez da Corrida do Judiciário. “O percurso é duro, e a secura dificulta, mas gostei muito da organização e do clima do evento”, afirmou, acrescentando que pretende marcar presença outra vez no ano que vem.
José Ribamar Martins, por outro lado, é um veterano que participou de todas as edições da Corrida do Judiciário. Pai de um servidor da segurança do STJ, Martins participou da caminhada de dois quilômetros. “Tenho 67 anos e me exercitei a vida toda. Eu corro, danço forró e jogo futebol”, declarou, dizendo ter participado de 22 maratonas.
Campeões
O primeiro colocado na prova de cinco quilômetros foi Edvaldo Elias, que já ganhou três vezes nessa categoria. Ele é servidor do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e participa da corrida desde 2012.
Já no percurso de dez quilômetros, o primeiro colocado foi Urubatan Silva Tupinambá Filho, cuja esposa trabalha no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). “É a segunda vez que participo e ganho”, disse. Para ele, participar da corrida é desafiador porque o circuito exige um bom preparo para as subidas.
Já na nova distância de 15 quilômetros, o vencedor foi Cléber da Silva Francisco, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF). Com 51 anos, há mais de dez anos ele participa da Corrida do Judiciário e já tirou o primeiro lugar três vezes. “A prova foi muito boa, apesar do calor e da secura. Quero continuar participando enquanto der”, declarou.
Veja as fotos do evento no flickr do STJ.
Fonte: STJ